Image Image Image Image Image
Scroll to Top

To Top

Startup holandesa constrói pontes com o uso de impressoras 3D

Startup holandesa constrói pontes com o uso de impressoras 3D

Com tantos usos diferentes, não é de se estranhar que as impressoras 3D caíram no gosto do público e das indústrias, que passaram a produzir desde pequenas peças e componentes, a casas, e mais recentemente, pontes.

Uma startup holandesa tem investido na tecnologia necessária para construir pontes com o uso de impressoras 3D modificadas. Um dos maiores ‘problemas’ deste tipo de tecnologia, sempre foi a limitação ao tamanho da caixa de impressão, que costuma ser fechada, e determina  o volume dos objetos impressos. Os pesquisadores pensaram ‘fora da caixinha’, literalmente, e com isso conseguiram desenvolver um método capaz de imprimir as estruturas com o uso de braços robóticos móveis.

Para construir a ponte, os robôs deslizam de um lado para o outro, imprimindo sua própria base, gota a gota, com ferro aquecido a uma temperatura de 1,5 mil °C. Além de inovador, método também é sustentável e reduz drasticamente a produção de dejetos e entulhos. Por enquanto, a tecnologia foi utilizada apenas em projetos de pequena escala e a previsão é de que até 2017 uma ponte em tamanho real para pedestres seja construída até 2017.

Confira as fotos na galeria.

 

Posts relacionados:

Em Londres, ponte inovadora e escultural economiza energia e se transforma em passarela

Enviar um comentário